O OUTRO LADO DA MOEDA!!!

11.30.2005

Eros e Psique

Conta a lenda que dormia,
Uma Princesa encantada,
A quem só despertaria
Um Infante, que viria
De além do muro da estrada.

Ele tinha que, tentado,
Vencer o mal e o bem,
Antes que, já libertado,
Deixasse o caminho errado
Por o que à Princesa vem.

A Princesa Adormecida,
Se espera, dormindo espera,
Sonha em morte a sua vida,
E orna-lhe a fronte esquecida,
Verde, uma grinalda de hera.



Longe o Infante, esforçado,
Sem saber que intuito tem,
Rompe o caminho fadado,
Ele dela é ignorado,
Ela para ele é ninguém.

Mas cada um cumpre o Destino
Ela dormindo encantada,
Ele buscando-a sem tino
Pelo processo divino
Que faz existir a estrada.

E, se bem que seja obscuro
Tudo pela estrada fora,
E falso, ele vem seguro,
E vencendo estrada e muro,
Chega onde em sono ela mora.

E, inda tonto do que houvera,
À cabeça, em maresia,
Ergue a mão, e encontra hera,
E vê que ele mesmo era
A Princesa que dormia.



Fernando Pessoa

3 Comments:

Blogger Zecatelhado said...

Pois cá está este teu amigo de regresso após um tempo bastante assoberbado com outros afazeres. Espero voltar ao "ritmo normal" outra vez.
Obrigado pelas tuas visitas no entretanto.
Aquele abração do
Zecatelhado

1/12/05 20:38  
Blogger Micas said...

Um bonita homenagem ao grande Pessoa. Beijo e bom fim de semana

2/12/05 15:20  
Blogger dulce said...

Mais alguém que relembra Fernando Pessoa. É engraçado que as homenagens a Pessoa aqui na blogosfera, são imensas (eu tb postei uma prosa dele), enquanto que a n/televisão deixa para a 1 da manhã uma maratona pessoana. A essas horas será q a homenagem era para levar a sério?

2/12/05 21:17  

Enviar um comentário

<< Home