O OUTRO LADO DA MOEDA!!!

5.11.2006

A aceitação do filme O Código Da Vinci no Brasil e no mundo

No dia 8 de Maio foi publicado no Jornal Brasileiro, "Gazeta do Povo" a seguinte noticia:
"Secretário da CNBB compara O Código da Vinci a falar mal da própria mãe.

O Bispo auxiliar de São Paulo, Dom Odilo Scherer, secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (C.N.B.B.), recomendou nesta segunda-feira muita atenção "para fazer o discernimento adequado" sobre os fatos reais e a ficção quando se lê ou se assiste ao O Código Da Vinci, obra de Dan Brown que vendeu milhões de exemplares e cuja versão cinematográfica está para estrear nos cinemas de todo o mundo. Para Dom Odilo há "questões que devem se tratadas com respeito", como a própria mãe. "Quando se fala mal da própria mãe é preciso ver, não que a mãe está fazendo de errado, mas o que está acontecendo com quem está falando mal da própria mãe - comparou Dom Odilo, afirmando ainda que tratar esse assunto "de maneira baixa revela decadência cultural". Para o secretário-geral da C.N.B.B., "O Código Da Vinci é ofensivo à fé católica e desrespeitoso" a quem tem fé. "Quanto a ser um livro ou um filme ofensivo à fé católica, acho que é desrespeitoso em relação à consciência, em relação à fé de muitas pessoas. Acho que existem questões que devem ser tratadas com mais respeito, quando se trata da fé de milhões de pessoas, de um patrimônio religioso da humanidade que mais 2 mil anos de história" - disse.

Dom Odilo Scherer lamentou que personagens fictícios sejam misturados aos reais. "Lamentável que em uma obra de ficção se misturem personagens reais, situações históricas reais, que confundem as pessoas. Por isso é preciso ter muita atenção ao ler e ao ver para fazer o discernimento adequado entre o que são fatos e personagens verdadeiros." De acordo com o Bispo, tudo o que se falar a partir de agora sobre a polémica obra "vai ser propaganda", mas ele não se recusou nesta segunda-feira a comentar e a criticar o livro e o filme, em entrevista colectiva sobre a 44ª Assembleia Geral da C.N.B.B., que começa nesta terça-feira em Itaici, localidade do município de Indaiatuba, na região de Campinas (SP). "O povo saberá ler e ver o filme como ele é. O filme é baseado em um livro que é ficção e sobre argumentos de ficção. E sobre argumentos de ficção não se discute. Os argumentos ali apresentados não são verdadeiros. Acabou! Uma ficção é uma ficção e assim deve ser encarada." – concluiu."

E a Igreja Católica Apostólica Romana que na sua milenária actuação ainda não soube ter o mínimo de inteligência para ver que quanto mais empola o assunto mais este filme se torna apetecível, deveria ter aprendido com os precedentes de Jesus Superstar, A Paixão de Cristo ou a versão mexicana do O Crime do Padre Amaro pelos vistos estão a aliar-se á campanha de Marketing de um filme proveniente de um sofrível livro.

Também soube através da Redacção do "Último Segundo" um informe por e-mail Brasileiro que:
"SÃO PAULO – O Deputado Salvador Zimbaldi (P.S.B. de S.P.) entrou na Justiça Estadual de São Paulo, na última quinta-feira, com uma medida cautelar contra a distribuidora Sony Colombia Picture. Zimbaldi tenta impedir a veiculação do filme O Código Da Vinci nas salas de cinema no Brasil, de acordo com a assessoria do deputado.
Zimbaldi alega que a obra agride fatos históricos bíblicos que fazem parte, inclusive, da colonização do Brasil. Ele ressalta que a obra desrespeita os princípios cristãos e deturpa a Bíblia.
O filme causa polémica em todo o mundo. Um grupo de igreja australiano lançou um site e uma série de anúncios de cinema desafiando teorias do sucesso O Código da Vinci para coincidir com o lançamento da versão para as telas. A campanha de U$ 38 mil pela Anglican Sydney Media incita espectadores do filme e leitores do romance de Dan Brown a procurar a verdade sobre Jesus Cristo.
O Código da Vinci sustenta que Jesus casou com Maria Madalena e teve descendentes. A versão para filme do livre best-seller, estrelando Tom Hanks, está marcada para estréia no mundo todo dia 17 de Maio. O filme tem estreia prevista para 19 de Maio no Brasil.”

Isto tudo por causa de um filme. Para quê mais comentários!!!

5 Comments:

Blogger Dad said...

Imagino o que não vai ser aqui, também...

Um bom dia para ti e um beijinho,

15/5/06 11:02  
Blogger Dad said...

Só agora li a introdução ao teu blog!

Muito interessante!

Acreditas então que a Terra é um só país e a Humanidade os seus cidadãos!

Eu também!

Bj,

15/5/06 11:04  
Blogger eco de mim said...

eu estou em pulgas p/ver o filme! ;)

15/5/06 21:36  
Blogger Helder Ribau said...

vale a pena vistar alguns blogs... este sem duvida é um deles...

16/5/06 01:15  
Blogger augustoM said...

O Código Da Vinci é uma obra de ficção, fundamentada numa possibilidade, que o mercantilismo apimentou com a possibilidade da história ultrapassar a ficção e ser verdade.
Toda a polémica gerada à sua volta é gratuita só servindo para aumentar as vendas. Vivemos no mundo do absurdo.
Um abraço. Augusto

17/5/06 14:07  

Enviar um comentário

<< Home