O OUTRO LADO DA MOEDA!!!

9.22.2005

É o que dá haver um estado confessional na Europa...

Segundo a Ana Gomes no Blog, Causa Nossa, o Vaticano protege criminoso de guerra:

Carla del Ponte, a Procuradora-chefe do Tribunal Internacional Criminal para a Ex-Jugoslávia acusa a Igreja Católica e a hierarquia do Vaticano de não colaborarem na entrega do acusado de crimes de guerra e violações dos direitos humanos General Ante Gotovina, protegido num mosteiro Franciscano algures na sua terra natal, a Croácia. País, cuja abertura de negociações de eventual adesão à UE está dependente da entrega daquele homem pelas suas autoridades ao Tribunal Internacional.
Instado o Vaticano - incluindo por apelo directo da Procuradora ao Papa Bento XVI - deparou-se um comprometido silêncio. A ponto da católica romana Sra. Del Ponte decidir rebentar as pontes e vir queixar-se publicamente:«Eu levei o assunto junto do Vaticano, mas o Vaticano recusa totalmente cooperar connosco».
O actual Secretário de Estado da Santa Sé, Monsenhor Lajolo, alega que o Vaticano não tem autoridade directa sobre bispos individualmente, para se furtar a repudiar declarações do Bispo croata Mile Bogovic, de Gospic e Senj, que considerou o tribunal como «político» e determinado a distorcer o passado da Croácia e se referiu ao General Gotovina como um «símbolo de vitória».”

General Ante Gotovina

Acho bastante verosímil tal noticia, esconder um General é uma brincadeira de crianças, pois foi o Vaticano que ajudou a fugir através da Rede Odessa (ver a este propósito a entrevista bastante interessante de Uki Goñi ao Jornal do Estado de Minas) os criminosos Nazis (primeiro não alemães e católicos, entre estes muitos Belgas, Franceses e, espantemo-nos, Croatas) e lhes fornecia vias de fuga para a Argentina e outros países da América do Sul.

São claros os objectivos da Igreja Católica Apostólica Romana, esta tenta proteger as pessoas que a podiam ligar ao financiamento, que esta efectuou a uma das partes beligerantes da guerra da Ex-Jugoslávia, quando e sob a autorização do Vaticano, a Opus Dei financiou o exército Croata, refere-se que este General foi um dos principais negociadores dos apoios financeiros referidos.

Devia-se investigar melhor as relações entre o Vaticano e o pós-nazismo, e o seu envolvimento na Rede Odessa, no entanto este parece ser um assunto tabu, aparentemente até a Cruz Vermelha aparece envolvida, para além dos casos conhecidos do General Perón, ditador Argentino, que com o seu agente Carlos Fuldner criou a Rede Odessa.

Carlos Fuldner Ex-SS e agente do General Perón

O primeiro Papa da II Guerra Mundial, o Papa Pio XI, que aliás estabeleceu em 1929, entre a Santa Sé e o governo italiano de Mussolini, o Tratado de Latrão, de acordo com este, o Estado do Vaticano tem soberania plena sendo um enclave na cidade de Roma, em troca o Vaticano renuncia aos seus antigos territórios dos Estados Papais, quando se deu conta, que tinha assinado um pacto com o“diabo” distanciou-se do fascismo com a Encíclica "Non Abbiamo Bisogno" (1931), e em 1937 e com a Encíclica "Mit Brennender Sorge" condenou a ideologia nazi e o racismo a esta inerente.

Papa Pio XII

O seu sucessor, o Papa Pio XII, não só é acusado de imobilismo como foi o único Papa do século XX a exercer o Magistério Extraordinário da infalibilidade papal, invocado pelo Papa Pio IX, quando definiu o dogma da Assunção, em 1950, na sua Encíclica "Munificentissimus Deus", o mais interessante é que foi proclamando Venerável pelo Papa João Paulo II na década de 1990, na altura em que decorria a Guerra da Jugoslávia e o Vaticano se vê envolvido, nos esquemas de financiamento do então protótipo exercito nacional Croata, e das suas milícias nacionalistas católicas, factos largamente comprovados, sendo a Republica Federal da Alemanha (nesse momento esse país era governado pela C.D.U./C.S.U., esta ultima sigla é a do Partido Bávaro Democrata Cristão que conta com o apoio explicito da Igreja Católica Apostólica Romana) o primeiro país a reconhecer a Croácia, fazendo-o na cimeira de Maastricht e obrigando a restante Europa a reconhecê-la.

Por aqui se vê que a promoção do fundamentalismo e da violência não é apanágio dos estados totalitários islâmicos.

5 Comments:

Blogger Lina said...

:) Olá,
A minha missão hoje é de ANÚNCIO...
Vim cá comunicar-te que fui convidada para Madrinha de um blog que acaba de nascer e vai fazer furor.
É um lugar que nem é meu, nem teu, mas sim de toda a gente.

http://nadinhas.blogspot.com/

Clica aí e anda daí comigo :)))

Beijo

23/9/05 14:28  
Blogger Marianne said...

Não sei como definir o seu blog... Além de uma trilha sonora incomparável, ele parece também um jornal no mínimo seletivo. Interessantes, bem abordadas e, sobretudo, polêmicas notícias! O que tenho a dizer: Parabéns! É um privilégio comunicar-me com você. Beijos!

24/9/05 03:44  
Blogger Nina said...

Beijinhoo e Bom FDS....desculpa n aparecer + vezes por aki mas tenho tido pouco tempo para visitar os blogs.

24/9/05 23:08  
Blogger Ricardo Alves said...

Excelente artigo. Muito bem informado e muito pertinente.

26/9/05 12:03  
Blogger Geosapiens said...

...obrigado pelo comentário ricardo alves...vindo de ti...é uma honra o teu reconhecimento...
...lina agradeço a dica...também perfilhei o projecto...um beijo...
...marianne...o privilégio é todo meu...quanto ao Blog...as noticias são mais desenvolvimentos de pensamentos meus que se transformam em pequenos textos...e que tento fundamentar o mais possível...um beijo...
...nina obrigado pela visita...um beijo...

27/9/05 23:33  

Enviar um comentário

<< Home