O OUTRO LADO DA MOEDA!!!

3.09.2007

Crucifixos retirados de escolas vendidos em leilão da Câmara Municipal da Chamusca

Os crucifixos que estavam nas salas de aulas das escolas do primeiro ciclo de Parreira e Semideiro foram retiradas pela câmara municipal e vão estar para venda no leilão do município no sábado. O da escola da Parreira foi retirado pelo próprio presidente do município, Sérgio Carrinho (CDU), responsável pelos leilões municipais. Estas eram das poucas escolas da região que ainda mantinham os símbolos religiosos, cuja retirada tinha sido determinada pelo Ministério da Educação no caso de haver queixas. O autarca diz que no dia da votação para o referendo ao aborto, no dia 11 de Fevereiro, em visita às assembleias de voto, reparou que a cruz estava no local e retirou-a. E que a do Semideiro, a última que resistia no concelho, foi retirada há uma semana.

Sérgio Carrinho explica que os símbolos religiosos não devem estar expostos nos serviços públicos por estarmos num Estado laico. “Isto não tem nada a ver com convicções pessoais do presidente ou dos vereadores”, argumenta. Sobre a venda destas duas cruzes e outras duas que já estavam à guarda da autarquia, o presidente sublinha que isso faz parte de uma estratégia que tem vindo a ser seguida. “Temos aproveitado o material antigo das escolas, como mapas, equipamento que já não se usa, para vender”, realça. O leilão do município decorre sábado a partir das 10h30 no Edifício Lagar.

Algumas escolas continuam a manter o símbolo do cristianismo na parede, como acontece na escola do primeiro ciclo de Vale do Paraíso, concelho de Azambuja. Há um ano O MIRANTE fez uma reportagem no local, tendo a então vice-presidente do agrupamento de escolas Vale-Aveiras, Margarida Relêgo, justificado que a cruz nunca foi retirada porque nunca ninguém fez pressão nesse sentido. A professora recordou que quando as escolas eram construídas o crucifixo fazia parte do equipamento que lhes era distribuído.

As escolas do país começaram a retirar os crucifixos depois de uma polémica que estalou em Novembro de 2005, quando a Associação República e Laicidade protestou contra o facto de num Estado laico se manterem símbolos religiosos em edifícios públicos.

5 Comments:

Blogger Joao Soares said...

Viva, GeoSapiens
O site Contra a Pena de Morte parece não funcionar....
Preparei um dossier Educação pelo Desenvolvimento, Ambiente, Paz e Não Violência no Bioterra http://bioterra.blogspot.com
que pretendo o mais extenso possível, como que um MANIFESTO comum, alertando os leitores do meu blogue que existem imensas possibilidades para a Paz e Cooperação Ambiental e quantas associações disponiveis a nivel local,regional e global que estão empenhadas neste espírito.
Já agora agradeço a maior divulgação deste dossier e se colegas seus tiverem páginas pessoais e/ou blogues me escrevam para trocarmos os links. Teria muito gosto ainda de enriquecer o dossier com contributos.
Um abraço e Paz a todos os seres viventes
Joao Soares

13/3/07 19:13  
Blogger Gaspar LDVS said...

Saudações!!

http://maquiavelicopolitica.blogspot.com/ - Maquiavélico
http://rfmarat.blogspot.com/ - L'Ami du Peuple

27/3/07 00:19  
Blogger Jo said...

Caro/a amigo/a venho lembrar o próximo jantar da Primavera dos bloguistas que se realizará
no dia 14 de Abril no restaurante do clube nacional de ginástica da Parede (antigo rádio clube).
Para se inscreverem acedam a: “momentos de luar” , “klepsidra” ou “recordações de um baú”
onde serão encaminhados para “os convivas do cotume”.
Vamos lá que a mesa está posta a contar contigo e vais ter uma surpresa!...
Abraços, até lá.

27/3/07 19:42  
Blogger Rui Luís Lima said...

olá

se gostas de cinema vem visitar-nos em

www.paixoesedesejos.blogspot.com

todos os dias falamos de um filme diferente

paula e rui lima

28/3/07 16:02  
Blogger augustoM said...

Há quanto tempo que te não visitava,um grande abraço.
Quanto à laicidade, é tudo uma treta,a igreja continua a ter uma enorme influência no país.
Augusto.

28/3/07 23:05  

Enviar um comentário

<< Home